Blog

Valle de Colchagua e suas riquezas chilenas

Ao sul de Santiago, o Valle de Colchagua é considerado uma das regiões agrícolas mais promissoras do país. As vinícolas locais vêm apostando em técnicas inovadoras para o cultivo dos vinhedos, como uso de clones e mapeamento via satélite, o que está resultando em rótulos de vinhos tintos e brancos cada vez mais sofisticados. Para os amantes do vinho, além do “wine tour”, no qual é possível entender o processo de produção e degustar a bebida, a excursão com o “Tren del Vino”, convida para um passeio bem interessante.

A palavra Colchagua, que em mapuche significa “local com pequenas lagunas”, dá nome a zona regada pelas águas do rio Tinguiririca. Presentes em diferentes locais do Valle de Colchagua, as águas termais e os banhos de barro com propriedades terapêuticas prometem curam os que se banham. Para quem procura uma atração mais agitada, o balneário de Pichilemu é um dos melhores do país para a prática de surf.

A riqueza do folclore e das tradições chilenas, muito vivos no Valle de Colchagua, encanta os turistas. No pequeno povoado de Chimbarongo é possível adquirir belas peças de artesanato de vime. Já a comunidade de Lolol, abraça os visitantes com um clima nostálgico, mantendo sua arquitetura colonial e pitoresca de séculos passados. A apenas 40 km ao leste, em Santa Cruz, o Museu de Colchagua, abriga um importante acervo da cultura chilena.

Deguste um vinho, aprecie a história local e mergulhe nas inúmeras opções de atividades que o Valle de Colchagua tem a oferecer.

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someone

Instagram

Trip advisor