O português e o espanhol são considerados línguas muito parecidas, mas fique atento às pegadinhas. Aqui no blog já tem um post falando sobre essas palavras que são falsas amigas e que podem colocar a gente numa fria.

 

Quando ouvimos falar em propina vem aquela impressão de que coisa boa não é, mas no Chile, propina é obrigatória para deixar uma boa impressão! É a famosa gorjeta, que não é tão comum assim em todas as regiões do Brasil, mas é um hábito entre os chilenos, com as dicas aqui do blog você não vai fazer feio na sua próxima viagem. 

 

Calma, não precisa sair dando dinheiro por aí, a propina costuma ser paga apenas a algumas pessoas, veja: 

 

Camareira 
É comum e de bom tom deixar uma pequena gorjeta às camareiras do hotel que estiver hospedado. Deixe-a em cima da cama ou no criado mudo, para que não tenha dúvidas de que aquele dinheiro pertence a ela, você pode deixar um recado.

 

Garçom
Exatamente como no Brasil, apesar de não ser obrigatório, ao trazer sua conta no restaurante o garçom vai perguntar se pode cobrar a propina – normalmente de 10%. 

 

Empacotadores no mercado
No Chile, na maioria dos mercados você vai encontrar uma pessoa que vai ser responsável por passar suas comprar e outra que vai embalar para você, entregar uma gorjeta para o empacotador é considerado educado. 

 

Entregador
Também é visto com bons olhos quem entrega uma gorjeta ao entregador de qualquer delivery, se pediu por aplicativo, normalmente você pode fazer isso pelo celular ao invés de entregar o dinheiro em mãos. 

 

Com essas dicas você não vai poder ser chamado de “pão duro”, então é só aproveitar a viagem!

 

Texto por: Najla Amine

 


Deixe seu comentário


Open chat